Em carta, infectologistas alertam que hospitais de SP estão lotados e defendem ‘lockdown’

Um grupo de infectologistas de São Paulo assinou uma carta a amigos para alertá-los sobre “um aumento expressivo de casos de Covid-19 nos hospitais” que, segundo eles, estariam “lotados” por causa de um aumento que chegaria a até 100% em alguns serviços.

A carta, enviada em caráter pessoal a pessoas conhecidas, foi assinada por médicos como Giovanna Baptista Sapienza, Marcela Capucho Chiaratin, Renata Guise Azevedo, Natanael Sutikno Adiwardana e Daniel Wagner Santos.

“Recomendamos fortemente novo ISOLAMENTO DOMICILIAR!”, escreveram eles, em maiúsculas. “Não ir a bares, restaurantes e festas. Não organizem encontros ou eventos sociais. Acreditamos que vocês estejam cansados de tudo isso, mas lembrem-se que nós estamos MUITO mais…. e ainda estamos vendo pessoas morrerem, famílias inteiras contaminadas, e os casos aumentando progressivamente sem nenhuma medida sendo tomada por parte dos governos”, diz a carta revelada pela coluna da jornalista Mônica Bergamo, em sua coluna na Folha de S.Paulo.

Os médicos ainda citam uma possibilidade das eleições municipais estarem ‘amenizando’ as preocupações com o vírus nesse momento.

“Estamos em período eleitoral e talvez por isso não haja interesse político em novo ‘lockdown’ agora, mas é uma medida extremamente necessária! Por favor, ajude a controlar a pandemia e se proteja!​”, escrevem ainda os médicos de acordo com a jornalista.

São Paulo vem registrando um aumento exponencial de internações tanto na rede privada como na municipal.

Diante do relaxamento da população e da flexibilização das medidas de prevenção à Covid-19 por parte das autoridades, há um temor em relação ao maior espalhamento do vírus justamente no período das festas de final de ano no país. Até esta quarta-feira (18), o Brasil registra mais de 166 mil mortes pelo vírus, além de 5,9 milhões de pessoas infectadas.

FONTE: YAHOO NOTÍCIAS

VEJA TAMBÉM

Cidades mais limpas derrubam casos de dengue em quase 80%

Só neste ano, mais de 95,3 mil toneladas de entulhos foram recolhidas em todo o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *