Suspensão das cirurgias eletivas é prorrogada até 28 de setembro

Procedimentos de urgência e emergência continuam em execução

Secretaria de Saúde prorrogou novamente a suspensão das cirurgias eletivas, desta vez até o dia 28 de setembro. O objetivo é concentrar os esforços nos atendimentos de urgência e emergência em toda a rede pública de saúde, enquanto o Distrito Federal atravessa a pandemia de Covid-19.

A pasta lembra que esse tipo de procedimento está suspenso desde o dia 29 de junho e já tinha sido prorrogado outras vezes, no momento em que o DF passava pelo pico e pelo platô da pandemia. A exceção permanece para os procedimentos oncológicos, cardiovasculares e transplantes, que continuam normalmente em execução.

De acordo com os gestores da Secretaria de Saúde, a medida é necessária para garantir o pleno atendimento às urgências e emergências relacionadas com a Covid-19. Contudo, as áreas técnicas da pasta já começaram o planejamento para a retomada gradual das cirurgias eletivas.

Assistência

O objetivo da medida é assegurar a retaguarda de leitos no momento em que os hospitais do DF têm uma demanda maior.

Os pacientes com alguma cirurgia de menor gravidade agendada entre os dias 29 de junho e 28 de setembro serão remarcados para depois dessa data.

FONTE: Agência Brasília com informações da Secretaria de Saúde

VEJA TAMBÉM

Doença de Peyronie: conheça a condição por trás do “pênis torto”

Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), pelo menos 11% dos homens no país são …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *