SAÚDE NA CAPITAL

É possível praticar atividade físicas 365 dias no ano?

Fazer exercício durante o ano todo demanda rotina, disciplina e principalmente trabalho mental

Nessa semana, o Strava liberou as métricas individuais de prática de atividades físicas dos usuários. É muito interessante ver como o seu ano foi em números: tempo de atividade, quilômetros percorridos, altitude, etc. Mas, o motivo da coluna e o que mais me impressionou foi: alguns amigos, que não são atletas profissionais, se aproximaram do “golden year”, ou seja, de 365 dias de atividades ininterruptas.

Nada é impossível, ou tudo é possível para o ser humano treinado, como diria o Brow, ciclista famoso e muito querido em Belo Horizonte. Fazer atividades durante o ano todo demanda rotinadisciplina e principalmente trabalho mental.

Para nós, reles mortais, que trabalhamos com algo fora do esporte todos os dias, é muito complexo encaixar alguma atividade física em todos os dias do ano, sem perder algum sequer. Para aqueles que conseguem fazer isso ou que pelo menos se aproximam, o exercício faz parte da rotina assim como escovar os dentes, podendo ser executado se acordando de madrugada, no intervalo na hora do almoço ou após uma jornada cansativa de trabalho, sem desculpa ou “mimimi” (risos).

Os benefícios de se executar essa rotina são claros: melhora do bem-estar, da saúde física e mental, da performance cardiovascular e aumento da longevidade.

Mas, afinal, isso faz bem para a saúde?

O corpo humano necessita de descanso, disso não há dúvidas. Executar atividades físicas de alta intensidade diariamente durante o ano todo é uma rotina prejudicial, mesmo para atletas de alta performance.

Para quem já ouviu o Michael Phelps retratando sua rotina de treinos na véspera das Olimpíadas do Rio, é surpreendente o relato do mesmo dizendo que nadou ininterruptamente durante seis anos até aquele momento. Mas, mesmo para ele, os treinos seguem uma palavra chave: periodização. Isso significa que nem todo treino demanda explosão máxima ou desgaste intenso.

Dentro da periodização, a carga de treino pode ser regenerativa e estar adequada para aquele momento em que o corpo precisa verdadeiramente repousar. Vale ressaltar que, para o multicampeão, nesses seis anos, a rotina de sono e alimentação foram muito adequadas, propiciando outros fatores que auxiliaram na recuperação do organismo e que possibilitaram tamanho desempenho.

Um dado muito relevante para o leitor sobre esse assunto é a publicação da OMS, de 25 de novembro desse ano, que dobra a recomendação de tempo ideal de prática de atividades físicas por semana. Anteriormente, a entidade recomendava alcançar até 150 minutos de atividade física por semana, mas, agora, recomenda uma meta de 300 minutos por semana, o que equivale a 40 minutos por dia.

E aí? Qual vai ser sua meta de atividades físicas para 2021?

FONTE: PORTAL U A I

VEJA TAMBÉM

Brasileiros criam IA que analisa fatores de mortalidade por Covid-19

Pesquisadores desenvolveram plataforma para identificar principais variáveis socioeconômicas e culturais que contribuem para o aumento …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *