Como reduzir o consumo de sal e alimentos conservados em sal

Alimentos conservados em sal, como azeitonas, legumes, peixes, carne bovina, possuem grandes quantidades de sódio. O consumo de alimentos preservados por salga aumenta o risco de câncer de estômago em portadores da bactéria H. pylori.

O sal (cloreto de sódio) está presente naturalmente nos alimentos, e é também usado para conservar e dar sabor. 

Além disso, os alimentos ultraprocessados como macarrão instantâneo, temperos prontos, biscoitos, entre outros, costumam apresentar uma quantidade elevada de sódio em sua composição.

O sal é essencial na dieta em pequenas quantidades, porém, seu excesso aumenta o risco para outras doenças crônicas como doenças cardiovasculares.

Veja abaixo algumas dicas de como reduzir o consumo de sal na sua alimentação:

  • Prefira alimentos in natura e minimamente processados e evite o consumo de alimentos ultraprocessados;
  • Utilize sal em pequenas quantidades nas preparações culinárias. Abuse de temperos naturais como salsa, cebolinha, manjericão, coentro, alho, cebola, entre outros;
  • Limite o consumo de alimentos processados conservados em sal, como azeitonas, legumes, peixes e carnes em conserva, consumindo em pequenas quantidades como parte de preparações baseadas em alimentos in natura e minimamente processados; 
  • Fique atento aos rótulos dos alimentos processados e dê preferência àqueles com menor quantidade de sal em sua composição.

FONTE: INCA (INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER)

VEJA TAMBÉM

Cidades mais limpas derrubam casos de dengue em quase 80%

Só neste ano, mais de 95,3 mil toneladas de entulhos foram recolhidas em todo o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *